Ilha desaparece em uma das luas de Saturno e intriga cientistas

Os cientistas estão investigando um objeto misterioso que apareceu e depois desapareceu em um lago gigante em Titã, a maior lua de Saturno. 

Ano passado, quando a sonda Cassini, da NASA, passou perto de Titã, a maior lua de Saturno, captou uma imagem sem precedentes. Os cientistas puderam observar uma estranha mancha branca sobre Ligeia, um mar de 150 metros de profundidade, que se estende por centenas de quilômetros no hemisfério norte de Titã. Entretanto, em imagens anteriores, tiradas em 2007 e 2009, essa a mancha não aparece.

Os pesquisadores supõem se tratar de um iceberg desprendido da costa, ou um efeito gerado pela irrupção de bolhas e ondas sobre a superfície normalmente calma. Por não saber ao certo, os astrônomos definiram o raro objeto nas imagens como “a ilha misteriosa”, até saberem com clareza o que é. “No momento, não estamos seguros de sua origem, pois possuímos apenas uma imagem que mostra o objeto. Mas certamente não é algo que se costuma ver em Titã”, afirma Jason Hofgartner, astrônomo da Universidade Cornell, em Nova York.

Titan é um dos lugares mais extraordinários do sistema solar. As suas terras estão cheias de dunas de hidrocarbonetos que se elevam acima dos lagos alimentados por rios de metano e etano líquidos. A atmosfera é tão grossa, e a gravidade tão fraca, que um ser humano poderia até voar caso tivesse asas. Esse ar é misturado com cianeto de hidrogênio letal. [The Guardian]
(Visited 88 times, 1 visits today)

Filipe Aguiar

Filipe Aguiar Formado em Analise e Desenvolvimento de Sistemas pela Universidade São Francisco, fundou o Respiramos Ciência em 2014. É apaixonado por astronomia, biologia, livros, rock, RPGs, filmes e ama tocar bateria.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.