Bactéria localizada na placenta pode prejudicar saúde do feto

Pesquisadores descobriram uma pequena comunidade de bactérias que vivem em um lugar muito incomum: a placenta, o órgão que nutre o feto em desenvolvimento através do cordão umbilical. 

O estudo também sugere que estes micróbios podem ser provenientes da boca, afirmando que uma boa higiene oral, pode ser importante para uma gravidez saudável. 

A placenta é uma massa em forma de panqueca de tecido no lado do útero que fornece oxigênio, alimentos, e a remoção de resíduos de um feto. Médicos especialistas há muito assumiram que todas as bactérias encontradas no órgão deveriam ser capturadas ao passarem pela vagina após o parto. 

Mas, mais recentemente, os pesquisadores perceberam que um bebê tem uma comunidade de bactérias no seu intestino quando nasce. E essas bactérias não coincidem com aqueles na vagina, o que sugere alguma outra fonte, como a placenta, diz a especialista em medicina fetal Kjersti Aagaard do Baylor College of Medicine, em Houston, Texas.

As mulheres podem ter de prestar atenção aos seus dentes, mesmo antes de poderem engravidar, porque a placenta se desenvolve no início da gravidez, diz Aagaard.

No entanto, os pesquisadores alertam que ainda é muito cedo para dizer exatamente como o microbioma placentário chegou lá e o que ele está fazendo. [Science]
(Visited 89 times, 1 visits today)

Filipe Aguiar

Filipe Aguiar Formado em Analise e Desenvolvimento de Sistemas pela Universidade São Francisco, fundou o Respiramos Ciência em 2014. É apaixonado por astronomia, biologia, livros, rock, RPGs, filmes e ama tocar bateria.

Deixe uma resposta