As imagens mais peculiares do espaço

O espaço reserva surpresas inimagináveis para nós, meros macacos evoluídos demais pra saber o quê fazer com o que descobrimos sobre ele. Dentre imagens impressionantes, estrelas pulsantes e galáxias em fusão, observar o infinito cósmico nos causa uma sensação de humildade diante da imensidão do espaço, algo que, por alguma razão, é engrandecedor. Afinal, como definir a sensação sentida ao olhar para a foto-título, apelidada de “O Olho de Deus”? Essa é a Nebulosa de Hélix, na constelação de Aquário, e com certeza é impressionante. Confira aqui algumas outras imagens igualmente impactantes do espaço:

Nebulosa Cabeça de Bruxa:


A Nebulosa Cabeça de Bruxa é uma nebulosa de reflexão extremamente fraca . A nuvem de poeira cósmica que forma a cabeça de bruxa se espalha por 50 anos-luz e reflete a luz azulada de Rigel o que a torna uma nebulosa reflexiva.

Sininho:

Três galáxias em fusão que parecem a fadinha da Disney.

A mão de Deus

Esse é um pulsar (tipo de estrela) que fica na constelação de Circinus.

Nebulosa Unicórnio

Oficialmente “Nebulosa Trífida”, esse “chifre” fica na constelação de Sagitário e também parece uma gigantesca lesma colossal.

Mickey Mouse

Avistado na cratera “Magritte”, em Mercúrio…Imagine Magritte e o Mickey Mouse em Mercúrio!

O ralo do Universo

Chamado de “fluxo escuro”, há um “buraco” entre as constelações de Centauro e Vela que engole galáxias inteiras, muito maior que um buraco negro e atualmente sem explicação pela ciência.

Lupas gigantes

A distorção da gravidade de grandes corpos, como galáxias, pode distorcer a própria luz, criando o efeito conhecido como “galáxia lente”, já que aumenta a imagem do que está por trás dele, servindo como uma grande lente espacial – mas isso só funciona com alinhamentos perfeitos.

Open bar


Se nada disso te impressionou, talvez você goste mesmo é da nuvem molecular de Sagittarius B2, composta por bilhões de litros de álcool e moléculas de metanoato de etila, usado por nós como flavorizante de framboesa. Delícia!

(Visited 256 times, 1 visits today)

Filipe Aguiar

Filipe Aguiar Formado em Analise e Desenvolvimento de Sistemas pela Universidade São Francisco, fundou o Respiramos Ciência em 2014. É apaixonado por astronomia, biologia, livros, rock, RPGs, filmes e ama tocar bateria.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.