Cientistas encontraram na Antártida um vale mais profundo do que o Grand Canyon abaixo do gelo

Por toda a história registrada, a Antártida foi coberta com um lençol de gelo maciço de muitos quilômetros de espessura. Esta espessa camada de gelo esconde incríveis curiosidades que ainda pouco sabemos.
Em junho de 2013, a NASA ofereceu uma imagem renderizada (renderização é o processo pelo qual pode-se obter o produto final de um processamento digital qualquer) que mostra como se parece a terra por baixo de toda a camada de gelo.
Uma equipe de cientistas descobriu um canyon enorme no ano passado na Groenlândia, muito maior do que o Grand Canyon dos EUA. Ele está escondido sob seu manto grosso de gelo. Outro grupo de cientistas britânicos descobriu agora um canyon enorme na Antártida.
Os cientistas dizem que o canyon sub-glacial tem quase 3 quilômetros de profundidade, 300 quilômetros de comprimento, e 25 quilômetros de largura. Em comparação, o Grand Canyon tem 1,5 km de profundidade, 443 km de comprimento e 18 quilômetros de largura. A equipe apelidou o local de Ellsworth Trough.
A equipe de pesquisadores tem dados de radar em ambas às extremidades do vale, mas no momento não sabemos o que se encontra entre esses imensos abismos. Os pesquisadores estimam que o canyon enorme remonta cerca de 80 milhões de anos.
A pesquisa é da Universidade de Newcastle em parceria com a Universidade de Edimburgo, Exeter e York.
(Visited 113 times, 1 visits today)

Filipe Aguiar

Filipe Aguiar Formado em Analise e Desenvolvimento de Sistemas pela Universidade São Francisco, fundou o Respiramos Ciência em 2014. É apaixonado por astronomia, biologia, livros, rock, RPGs, filmes e ama tocar bateria.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.