Encontrados fósseis de um pinguim pré-histórico tão alto quanto um ser humano

Pesquisadores argentinos descobriram os restos de uma espécie de pinguim pré-histórico, da altura de um homem moderno. 

Os fósseis da espécie conhecida como “Colosso dos Pinguins” foram encontrados na Antártica em 2012, mas a notícia só foi divulgada recentemente. A descoberta foi feita por um grupo formado por pesquisadores do Museu de La Plata e do Instituto Antártico Argentino, durante as duas últimas expedições ao continente gelado.

Os ossos de 37 milhões de anos indicam que os membros da espécie chegavam a medir até 2 metros de altura e pesavam 115 quilos, aproximadamente. Cientificamente conhecido como Palaeeudyptes klekowskii, o altíssimo pinguim tinha uma dieta à base de peixes bem graúdos. O movimento de suas nadadeiras e sua musculatura permitiam com que o animal fizesse mergulhos mais demorados e em águas mais profundas que os pinguins modernos.

Os estudos continuam e espera-se que outras notícias sobre o estudo dos fósseis sejam reveladas em breve.

Filipe Aguiar

Filipe Aguiar Estudante de Analise e Desenvolvimento de Sistemas, fundou o Respiramos Ciência em 2014. É apaixonado por astronomia, biologia, livros, rock, RPGs, filmes e ama tocar bateria.

Deixe uma resposta