Garrafa especial transforma umidade do ar em água potável

Já imaginou uma garrafa d’água que “enche sozinha”? Pensando nisso, Kristof Retezar decidiu criar um aparelho que coleta a umidade do ar e a transforma em água potável. “Minha meta era criar um aparelho pequeno, compacto e autossuficiente capaz de absorver a umidade do ar, separar as moléculas d’água e estocá-las em uma garrafa”, conta o autor.

Funcionando com energia solar, o aparelho é capaz de produzir meio litro de água em uma hora – com as condições climáticas ideais. Estima-se que a atmosfera do planeta Terra contenha aproximadamente 13 mil km³ de água inexplorada; e esse projeto chega com a ideia de descobrir esses recursos.

“Depois de 30 experimentos, eu finalmente consegui alcançar a constante de uma gota condensada por minuto. Aí desenvolvi um sistema compacto e prático para ser atrelado a uma bicicleta, por exemplo”, conta Retezar.

Funcionando com um sistema complexo, o aparelho é dividido em duas “áreas”. A energia solar serve para esfriar a parte superior e esquentar a inferior; depois que o ar entra, ele percorre essas duas regiões em direção a uma câmara perfurada responsável por separar as partículas. As gotas, então, caem por um cano até chegarem na garrafa.

O “Fontus” pode ser aplicado em duas diferentes áreas. A primeira é como um acessório esportivo – para ciclistas que fazem tours de longa duração. Em segundo, a garrafa “coletora d’água” pode ser um motivo de grande esperança para regiões úmidas, mas com pouca água subterrânea. 

Entenda como funciona!

Fonte: [Revista Galileu]


Filipe Aguiar

Filipe Aguiar Estudante de Analise e Desenvolvimento de Sistemas, fundou o Respiramos Ciência em 2014. É apaixonado por astronomia, biologia, livros, rock, RPGs, filmes e ama tocar bateria.

Deixe uma resposta